31.7.08

Bom, bom, é ouvir o telemóvel como se não houvesse amanhã enquanto se está no banho, sair a correr da banheira para o atender, chegar ao dito e ele desligar, voltar para a banheira e o rapaz regressar ao ritmo histérico, chapinar a casa toda e pegar no aparelho de novo e ouvir do outro lado um dos chefes dizer que me espera um dia daqueles – mal ele imagina que lhe falei completamente nu.

Melhor ainda é fazer mais de 300 quilómetros de carro debaixo de um sol para cima de 30 graus, andar sempre em contra-relógio (será assim que se escreve?), chegar ao jornal já à noite e ter que despachar uma peça com o corpo todo suado, a camisa ainda a colar ao corpo e as ideias a aparecerem na cabeça a um ritmo mais lento que uma maratona para maiores de 70 anos.

Agora, perfeito, mas honestamente perfeito, é terminar o trabalho e partilhar umas cervejas com a companhia ideal (um bom amigo, não vão as cabeças mais atrevidas começar com pensamentos obscenos quanto à minha pessoa) num barzinho onde nunca tinha ido mas onde passarei a sentar o cu (desculpando o calão) assiduamente. Chama-se 'O Barril', fica para os lados das Antas, perto da Francisco Sá Carneiro, e serve uns snacks que faz favor de ver. Ah, pormenor importante, pode-se fumar.

6 comentários:

John River disse...

Hum... Sol? 30 graus? Há quanto tempo foi isso? Ou achas que o Sul de Espanha fica apenas a 300 km? Acho que tomaste umas cervejas a mais.

Pedro disse...

Em Coimbra posso garantir-te que estiveram 30 graus. Comprovei isso ao olhar várias vezes para o termómetro do carro, o qual chegou a atingir a fasquia dos 32,5 graus (não, não foi do meu carro que é demasiado velho para essas modernices).

Maria Soledade disse...

Para mim o calor excessivo dentro do carro estorricou-te os miolos, daí a dificuldade de raciocínio para escrevinhares a peça,ou será o "nosso primo" alemão aquele malandro,o Alzheimer,que teima volta e meia em te acompanhar?!

Quanto ao suor, o cheirinho deve ser do tipo "Cascão",mas não te preocupes porque tem o seu aspecto benéfico:liberta toxinas e purifica o organismo.O chato da questão é obrigar-te a tomar um bom banho e o teu aniversário... aínda vem longe:-)

Hehehehe....

Beijinhos

Vê se apareces ou pelos menos acena da janela para eu ter a certeza que aínda pertences ao nosso mundo...dos vivos!!!!!

:-)******

Maria Soledade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Soledade disse...

Desculpa miúdo, é que o alemão também anda atrás de mim!!! Postei 2 vezes o mesmo comentário!!!

Tive de eliminar

Beijos***

m.paula disse...

Como diz o povo,são ossos do ofício.
Eu agora que virei a página da vida profissional ( já me parece tudo tão longínquo ! ), nem sei como consegui correr tanto, aguentar algumas palermices e fazer concursos para ganhar mais uns "cobres".
Só que mesmo vivendo perto da Praça Sá Carneiro, não ia descontrair ao barzinho onde se pode fumar...
Outros tempos, mas o que importa é que vás muitas vezes sempre em boa companhia.
Quanto ao poder fumar, já sabes o que eu penso.
Fica bem
Bj