27.8.08

Cada vez que olho para o 'Primeiro de Janeiro' dá-me raiva. Acreditem que há certas pessoas a quem me apetecia espetar-lhes uma cabeçada bem dada na cana do nariz se as encontrasse pela frente. Já deveria ter estômago para muita coisa, mas gente rasca e sem valores enoja-me. E por lá é o que mais abunda agora. Uns lá dentro, outros cá fora a rastejar pelos restos enquanto ignoram a desgraça dos outros.

1 comentário:

Mente Despenteada disse...

Reserva o estômago para coisas mais importantes, como minis e patuscadas! A raiva é uma coisa boa, que nos liberta. Quem tem alma não tem calma, e de facto, o "novo" Janeiro, só pelas primeiras páginas, representa um desafio difícil de vencer no domínio da contenção do stress. Mas, como dizia uma certa loira que por lá passou, as atitudes ficam com quem as pratica. Eles "praticam" aquele Jornalismo e nós praticamos a abstinência na leitura. É a única maneira de nos mantermos sãos. Beijinhos!