13.11.07



Este senhor que aqui aparece na imagem, Mateus de seu nome, foi pela primeira vez ao veterinário este fim-de-semana. A viagem, a sua estreia em grandes aventuras externas depois de longos meses confinado às quatro paredes do meu apartamento, correu melhor do que esperava. Quer dizer, o miar estridente dele provocou-me surdez ligeira no ouvido esquerdo, mas tudo bem, o amor aos animais é bonito e eu aprecio. Desde que não leve uma cornada de um touro ou outra ferradela de um dobbermann dar-me-ei por feliz e continuarei a clamar pelos direitos dos ditos sem que caia no ridículo, como muita boa gente (?) faz. O que importa é que o gato está agora vacinado contra tudo o que é doença, pesado numa balança infalível (quatro quilos e meio, o monstro) e não irá haver parasita que o mate aos bocadinhos. Pior mesmo foi o que paguei por tudo isto. Garanto que se fosse eu o consultado desembolsaria muito menos – aliás, ando a adiar uma ida ao médico há meses. Interessante foi ter ficado com um boletim sobre o estado de saúde do paciente, completado com algumas informações bastante úteis. Como a que sua raça é a "Europeu Comum". Mais do que eu, portanto, que se fosse um europeu comum gabar-me-ia de ter as mesmas condições dos restantes europeus de primeira linha e não andava para aqui a brincar à vidinha num país que só é Europa por acidente de geografia.

5 comentários:

Maria Soledade disse...

Nãããão!!!!!!!Finalmente o meu "sobrinho neto" Mateus teve direito a ir ao veterinário!Cá para mim o dono estava com receio que algum parasita mais atrevido se atravessasse no seu caminho,ou tal loucura caberá apenas no velho ditado:"Água mole em pedra dura tanto bate até que fura"?Não importa.PARABÉNS MATEUS,agora já podes ferrar à vontade na Conceição que ela já não corre o perigo de contraír a raiva!:-)
Fala aí ao teu dono que o "feito" merece ser comemorado com champanhe,nada de água nos próximos dias...
Ah,estás muito lindo na fotografia mas também não admira,tu és um gatão!!

Júlio Almeida disse...

Na 1ªPessoa:
-Estava eu tranquilamente à janela vendo passar umas gatas, quando o meu dono resolveu levar-me a passear.Fiquei doido de alegria,expressando-a com um miar agudo e dando cambalhotas no banco do carro.Eis senão quando,o passeio que mal tinha começado, terminou abruptamente vendo-me revirado por umas mãos que imergiram de uma bata branca, que não contentes em me amachucar contra aparelhos esquisitos enfiando-me pastilhas pela goela abaixo terminando com a investida de uma agulha em riste do qual eu fui o seu alvo, sem que asneira de monta eu tivesse feito!Felizmente que o meu dono me fez regressar à base onde passei o resto do dia resguardado debaixo do móvel,não fosse ele voltar a ter ideias peregrinas!...

Mar disse...

O monstro é lindo.
É benfiquista?... ;-)

Pedro disse...

Achas que o belo do monstro é benfiquista? Se fosse já não morava comigo, estaria a fazer companhia a esses milhares de gatos vadios, sujos e doentes que por aí andam. E os teus monstros? Já acrescentaste (ou acrecentastes, como muita boa gente diz) algum ao grupo ou conseguiste (conseguistes, lá está) conter o impulso? Beijinhos. E viva aquele tu sabes: FCP!!!!

Anónimo disse...

Mateus vc é um gatinho mesmo hein?Adora morder seu dono,mas sei que é pura carência,quer chamar a atenção do Pedro!Se cuida hein?bjus de uma admiradora de longe Patricia.