3.6.08




A histeria colectiva em torno da Selecção Nacional irrita-me. Não que queira que Portugal que faça má figura no Europeu que começa sábado, mas tudo o que é demais é erro (frase que a minha mãe me repetiu vezes sem conta enquanto vivi lá em casa e de que me lembro amiúde).

Para começar, e para contrariar tudo o que é opinião pública, Portugal não vai ser campeão da Europa a não ser que aconteça algo de extraordinário a selecções como a França, a Alemanha ou Itália. Ou então que a UEFA ande tão adormecida que permita a um país pequeno como o nosso ganhar seja o que seja. Se chegarmos aos quartos-de-final será bom. Tudo o que vier daí em diante óptimo será.

Além disso, se não ganhámos à Grécia (à Grécia!!!!) na final de um Europeu disputado no próprio país, dificilmente poderemos almejar algo melhor. E não, não me contento com a vitória moral de termos ficado em segundo lugar. Para mim, tudo o que é abaixo do primeiro lugar é derrota. Estou mal habituado por ser do clube que sou, estou, eu sei.

Depois, há que ter em conta, e isso os idiotas que andam a vender a ideia de que somos os melhores do mundo e arredores não dizem, a selecção está a passar por um processo de renovação. Quer isto dizer que está pouco rotinada e que só daqui a uns anos, poucos, funcionará como uma verdadeira máquina. Isto apesar de termos Cristiano Ronaldo, o mais fantástico jogador que tive a felicidade de ver jogar a seguir a Diego Armando Maradona. Só que Cristiano Ronaldo, por muito bom que seja, e é mais que excelente, não vai carregar a equipa às costas e nós também não somos melhores que os outros só porque o temos. Falta-nos colectivo, o que sobra a Itália, por exemplo. Por falar em Itália, se Portugal não ganhar o Europeu, o que é bem provável, que a taça seja erguida pelos italianos, que praticam em campo aquilo que gosto no futebol: simplicidade e eficácia.

E não vou falar das figuras tristes dos adeptos porque isso simplesmente me dá vómitos.

Já agora a equipa ideal de Portugal deverá ser a seguinte:
Quim
Bosingwa
Paulo Ferreira
Pepe
Ricardo Carvalho
Petit
João Moutinho
Deco
Cristiano Ronaldo
Quaresma ou Nani (quem se lembrar de um jogo em condições do Simão Sabrosa ao serviço da selecção que me avive a memória)
Hugo Almeida

Se o Luiz Felipe Scolari tiver dúvidas que me telefone. O meu número não deve ser complicado de arranjar.

1 comentário:

Joana disse...

Anúncios de apoio à selecção, programas de apoio à selecção, concertos de apoio à selecção... isto para além de dedicarem diariamente cerca de meio telejornal a falar de quê???! Da selecção!!
Sigo todos os Euros e Mundiais, mas isto dá cabo da pachorra a qualquer um...
Quanto ao "teu onze", o "Mister" adorou. Só não tinha era saldo no telemóvel, como tal pediu-me para te dar o recado. Missão cumprida.

Beijinhos