8.4.08

Somos TRI

Dá gozo ser tricampeão quando há uma máquina que tenta denegrir tudo o que de positivo o clube conquista

Dá gozo ser tricampeão quando outros atiram areia ao ar ignorando a superioridade clara do FCP dentro do campo

Dá gozo ser tricampeão, olhar para baixo e ver o segundo a mais de 15 pontos, não importa quem

Dá gozo ser tricampeão e, ao mesmo tempo, a equipa portuguesa com mais títulos internacionais

Dá gozo ser tricampeão e ter ao dispor jogadores de raça como o Lizandro Lopez, inteligentes como o Lucho (sempre disse que os argentinos iam injectar garra e acertei), mágicos como o Quaresma, carismáticos como o Pedro Emanuel, alegres e eficazes como o Helton, desiquilibradores numa posição tão inabitual para tal como o Bosingwa, trabalhadores incansáveis como o Raul Meireles

Dá gozo ser tricampeão num clube em que os jogadores pensam sempre antes na equipa do que neles próprios

Dá gozo ser tricampeão à custa de trabalho, espírito de sacrifício e humildade

Dá gozo ser tricampeão enquanto outros se encostam às memórias do passado e delas demoram a descolar

Dá gozo ser tricampeão contra uma comunicação social manifestamente facciosa

Dá gozo ser tricampeão e começar logo a pensar no tetra, demonstra bem o espírito do clube

Dá gozo ser tricampeão e ponto final

5 comentários:

Kalar disse...

See Please Here

rute disse...

Eu diria ainda que dá muito gozo ser do FC Porto e estar tão habituada a vitórias. Beijinhos.

mik disse...

dá gozo ver que por mais que ganhe, por mais taças que abocanhe, continuará a ter os mesmos adeptos complexados...
PS: Parabéns por um título ganho sem espinhas!

Pedro disse...

Mik: não sei pq mas já adivinhava que ias dizer isso... Tenho saudades de discutir futebol contigo, a sério. Temos q combinar uma ida ao Labirintho só para falar de bolinha. Com a condição de que podemos atirar à vontade com copos à cabeça um do outro.
Abraço

John River disse...

PUOOOORTO!!!