4.12.07

Moledo


Houve frio de rachar à saída do Porto e um frio doce ao chegar lá.

Não houve Álvaro, mas houve um jantar alternativo com uma ementa superior.
Houve vinho tinto do melhor.
Houve whisky que ajudou a embalar as nossas deliciosas conversas entre um cigarro no exterior e o quentinho da sala (não sou parvo, pois não?).
Houve um sono tranquilo.
Houve um acordar estremunhado com uma voz do outro lado a afagar-me o coração e a fazer-me sorrir o resto do dia.
Houve um pequeno-almoço a desoras.
Houve compras no supermercado quais fadas do lar.
Houve um mar revolto mas tranquilizante no regresso a casa.
Houve a difícil conquista da quase desaparecida hortelã para os belos dos mojitos (santa senhora a que me arranjou a dita cuja depois de minutos de desespero).
Houve futebol e uma sempre especial vitória do grande FC Porto no estádio do maior rival.

Houve lasagnha belíssima.

Houve mais vinho e whisky.

Houve doces, belíssimos também.

Houve prendinhas (e eu ganhei uma que me baba de satisfação qual miúdo que recebe uma bola nova da mão dos papás).

Houve um filme que tem uma das cenas que mais me emocionou até hoje.

Houve mais non-sense (volto a perguntar se não sou parvo).

Haveria Party and Company não fosse uma inoportuna paragem de digestão.

Houve mais conversa.

Houve sono. Muito.

Houve um último almoço igualmente reconfortante.

Houve mar, de novo, agora apreciado mais calmamente enquanto imaginava como serei um dia como pai.

Houve despedidas com promessas de até mais logo.

Houve um regresso a dormir (e sem travagens bruscas para não acordar ninguém).

Houve companhias boas.

Houve vocês.

Houve mais um perfeito fim-de-semana.
Só não houve pijamas para certas pessoas. Mas não se pode ter tudo.

3 comentários:

o-sniper-da-gandra disse...

Pode, pode, amigo. Basta querer. Olha para cima e não para baixo. Não é querer ser poeta fajuto, mas fita o horizonte (ou o céu, que é melhor) e vais ver que o mundo se torna bem mais azul.
Um abraço e obrigado.

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

John River disse...

Interessante... Encontrás-te a tua autonomia financeira. Adeus emprego chato! Moledo aí vou eu!