23.3.08

Queria eu partilhar a primeira musiquinha que ouvi nesta Páscoa e o Youtube insistiu em me contrariar, o grande animal. Paciência, fica para a próxima. Aliás, se for como da outra vez, qualquer dia aparecem aqui uns três ou quatro vídeos seguidos vindos do nada. Incluindo aqueles da bela da 'Geração Nestum', a minha, pois claro... Recuerdos de uma noite bem passada recentemente.

Não sei se já disse mas sabe-me andar nos 30 anos.
Quer dizer, sabe-me bem numas coisas, noutras a maturidade só provoca dores de cabeça que deviam ser evitáveis não fosse outra parte do corpo, que ainda não consigo controlar, me trair (a palavra traição é tão feia, não é? Por isso é que adoro ouvir falar em fiducia, confiança em italiano). Ainda por cima quando "no fundo do tempo foge o futuro, é tarde demais", como cantam os Xutos no 'Homem do Leme'. Penso tantas vezes nisto.

Boa Páscoa.
E não comam muitos ovos que faz mal ao fígado, aumenta o colesterol e engorda.

3 comentários:

EU disse...

Não sei se sabes mas sabe-me bem estar nos trinta e quase pertinho dos ...enta...
sabe-me bem tb olhar para os amigos como tu nos trinta e ver que têm maturidade suficiente para tirar conclusões das coisas boas e das coisas más, ou seja sabem parar para pensar...infelizmente nem todos sabem fazer o mesmo!!
beijinho grd e estou de volta ao aconchego :-)

Pedro disse...

Eu bem tiro conclusões das coisas e más, tens razão. Só fico chateado comigo quando persisto em acreditar no que me faz mal e não consigo evitá-lo. É que, infelizmente, tenho também essa estranha característica de ser optimista e acreditar nos outros mesmo quando tudo à minha volta me diz para agir exactamente ou contrário. Isto ou é optimismo inconsciente ou masoquismo, estou para descobrir. Pena que demore a encontrar a resposta e vá levando uns pontapés do destino pelo meio.

Beijinhos, bem vinda ao aconchego.

Maria Soledade disse...

Aínda no Blog?Eu já te fazia do outro lado do Oceano!!!!!!!!!

Agora compreendo a tua dúvida entre o optimismo inconsciente e o masoquismo, ou será receio de não entender frases com 25% de dialecto Tupi e Guarani?!

NÂO DEMORES A ENCONTRAR A RESPOSTA

Beijinho grande